Farinha de Frango: Como Fazer, Propriedades Nutricionais e Como Usar

Farinha de frango: você já ouviu falar?

Como o próprio nome diz, a farinha de frango é feita a partir da carne do frango.

A princípio pode parecer estranho, mas é exatamente isso.

Farinha de frango depois de pronta

E apesar de encontrarmos alguns vendedores de farinha de frango quando buscamos por ela no google, essa farinha comercializada não é um produto destinado à alimentação humana.

Então cuidado, pois se trata de um insumo para a preparação de ração animal.

A farinha de frango como iremos aprender a fazer hoje não é encontrada para comprar pronta.

Se você quer aprender a fazer em casa essa deliciosa, barata, e proteica farinha sem glúten e low carb, fique comigo até o final, porque aqui você vai:

  • aprender como fazer farinha de frango usando um liquidificador;
  • aprender como fazer farinha de frango usando um processador de alimentos (mais indicado);
  • saber quais as propriedades nutricionais dela;
  • descobrir as melhores maneiras de usá-la;
  • saber o modo correto de armazenagem e o período de validade da farinha de frango;
  • e muito mais.

TOP 10 Receitas Low Carb & Cetogênicas Para Download Gratuito

Baixe Gratuitamente meu ebook de receitas e aprenda a fazer arroz de couve-flor, pizza de berinjela, quiche sem farinha de trigo e muito mais!

Farinha de Frango: Como Fazer

Para começo de conversa, vamos ver como preparar a farinha de frango.

Recomendo fortemente que para executar essa preparação você tenha em mãos um processador de alimentos.

Caso não tenha um processador, continue lendo, pois eu também ensinarei a fazer a farinha de frango usando o liquidificador.

Se você não tem nenhum desses dois utensílios, infelizmente não conseguirá fazer a farinha de frango. Por isso eu separei outras receitas low carb pra você aqui.

Ingredientes:

  • 4 peitos de frango inteiros (cerca de 1kg)

Modo de Preparo (com liquidificador):

  • Cozinhar o peito de frango com uma pitada de sal – evitar outros temperos;
  • Depois de cozido, deixar esfriar e desfiar o frango em lascas com as mãos;
  • Colocar ¼ da quantidade de frango desfiado no liquidificador e bater bem, o máximo possível. Repetir o processo 4x, com todo o frango cozido;
  • Levar a uma frigideira grande e “fritar” o frango batido. Não acrescentar gorduras na frigideira;
  • Deixar fritando até todo o frango estar douradinho;
  • Voltar o frango ao liquidificador e bater novamente. Talvez não seja mais necessário fazer essa etapa de pouquinho em pouquinho, sendo possível bater agora todo o frango de uma vez no liquidificador;
  • Retirar e espalhar o frango sobre uma assadeira; 
  • Levar ao forno a 180ºC por 20 minutos;
  • Depois de assada, voltar o frango ao liquidificador e bater novamente;
  • Repetir o processo “forno ⮀ liquidificador” pelo menos 3x, ou até a farinha de frango estar com uma espessura de seu agrado;
  • Quanto mais secar no forno e bater no liquidificador, mais fininha e leve ficará a farinha.

Gostou? Espero que sim hehe.

Agora vamos ao modo de preparo usando um processador de alimentos.

É esse o modo mais recomendado, uma vez que com ele o processo é mais rápido e não há o risco de queimar o seu precioso liquidificador.

Modo de Preparo (com processador de alimentos):

  • Cozinhar o peito de frango com uma pitada de sal – evitar outros temperos;
  • Após cozido, colocar o frango no processador de alimentos e bater em potência máxima por 5 minutos;
  • Feito isso, distribuir sobre uma assadeira grande, e levar ao forno por 10 minutos, a 210ºC;
  • Voltar ao processador, e bater novamente em potência máxima, por 5 minutos;
  • Novamente distribuir sobre uma assadeira grande, levando ao forno novamente por 10 minutos, a 210ºC;
  • Repetir este processo “forno ⮀ processador ” de 3 a 4 vezes, até obter uma farinha miúda, fininha e sem umidade.

Farinha de Frango: Armazenamento e Prazo de Validade

Obviamente a farinha de frango terá uma durabilidade reduzida se comparada com outras farinhas, como é o caso da farinha de amêndoas, ou farinha de coco.

Por outro lado, a durabilidade dela é bem maior quando comparada à carne de frango cozida – isso porque retiramos praticamente toda a água do frango no processo de “enfarinhamento”.

Também gosta de um frango bem preparado? Então você irá amar essas receitas que separei pra você nesse post.

A desidratação é um processo que aumenta o prazo de validade dos alimentos.

Vemos isso na prática quando, por exemplo, comparamos a validade de uvas in natura com a validade de uvas passas.

Dessa forma, a farinha de frango tem o prazo de validade de cerca de 25 dias, desde que armazenada em um recipiente hermeticamente fechado e dentro da geladeira.

No freezer ela irá durar ainda mais.

Eu nunca fiz o teste, mas creio que no freezer a farinha de frango tenha cerca de 90 dias de validade.

Se você fizer a farinha de frango e armazená-la no congelador, me mande uma mensagem no Instagram dizendo quanto tempo durou: @batata.assando.

Quer receber gratuitamente no seu celular dicas e novidades para a sua dieta e saúde? Participe da minha lista VIP no Telegram.

Propriedades Nutricionais da Farinha de Frango

Tomando como base que 1kg de peito de frango cru rende 250g de farinha de frango, podemos facilmente descobrir as propriedades nutricionais da farinha de frango.

Se você quiser aprender mais, eu ensino a fazer esse cálculo aqui.

Segundo a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, a tabela TACO, em 1kg de peito de frango cru e sem pele nós teremos:

  • 220g de proteínas
  • 30g de gorduras
  • 0g de carboidratos

Logo, serão essas as propriedades nutricionais de 250g de farinha de frango pronta.

Para facilitar, farei os cálculos para 20g de farinha de frango, cerca de 1 colher de sopa caprichada.

Em 1 colher de sopa de farinha de frango nós teremos:

  • 17g de proteínas
  • 2,4g de gorduras
  • 0g de carboidratos

Como podemos ver, dentre todas as opções de farinhas low carb, a farinha de frango provavelmente é a mais adequada para ser incluída no cardápio de uma dieta visando perda de peso.

Isso porque, a farinha de frango é ao mesmo tempo:

  • rica em proteínas,
  • pobre em gorduras,
  • tem 0g de carboidratos, e
  • é altamente saciante.

Ou seja, ela é nutricionalmente mais densa do que as outras farinhas.

E o que isso significa?

Densidade nutricional é a razão entre os benefícios de um alimento em relação a quantidade de energia fornecida.

Nesse caso, a farinha de frango oferece como benefício muita saciedade e todos os aminoácidos essenciais (proteína completas), de maneira bastante biodisponível.

Em contrapartida, ela é pobre em carboidratos e em kcal.

Isso faz com que ela seja uma farinha com boa densidade nutricional.

Farinha de Frango: Modos de Uso e Suplementação de Proteínas

Farinha de Frango no Preparo de Massas

A farinha de frango pode ser usada em diversas receitas salgadas, como bolos salgados, tortas, quiches e pães.

Inclusive, aqui eu tenho uma receita de pão feito com frango em que você não precisa nem ter o trabalho de transformá-lo em farinha.

Apenas não recomendo que use a farinha de frango em receitas doces – mas se você fizer e der certo, não deixe de me contar.

Farinha de Frango no Preparo de Empanados

Outra sugestão de uso excelente para a farinha de frango é para receitas empanadas.

É interessante o fato dela ter comportamento e textura semelhantes às farinhas panko e de rosca, tradicionalmente usadas para empanar.

Dessa forma, boas sugestões de uso são:

  • filé à milanesa;
  • bife à parmegiana;
  • nuggets caseiros;
  • farofas low carb (ficam deliciosas);
  • coxinha;
  • bolinha de queijo;
  • risoles low carb;
  • dentre outros empanados.

Suplemento Proteico

Além disso, ela também pode ser utilizada simplesmente como um suplemento protéico.

Nesse caso, a ideia não é misturá-la com água e tomar como um shake.

Na verdade você até pode fazer isso, mas certamente não será saboroso.

Minha dica é que você distribua a farinha de frango sobre o seu prato de comida, por exemplo.

Isso aumenta facilmente o teor de proteínas da sua refeição, funcionando como um suplemento proteico, tal qual seria o whey protein, beef protein ou albumina.

Essa maneira de uso para a farinha de frango fica ainda mais válida quando comparamos os preços.

Um pacote de 1kg de “beef protein” no Brasil, dos mais baratos encontrados por aí, não custa menos do que R$125,00.

Para quem não sabe, o beef protein é um suplemento proteico feito a partir da proteína isolada da carne.

No beef protein nós temos cerca de 16g de proteínas a cada colher de 20g.

A proteína obtida a partir das carnes dispõe de um alto valor biológico e de todos os aminoácidos essenciais, tendo ótima absorção.

Além disso, é muito utilizada por intolerantes ao leite ou por praticantes de dietas carnívoras.

Em contrapartida, para fazer 1kg de farinha de frango nós precisamos de 4kg de peito de frango, que custam em média R$50,00 – e com eles obtemos 17g de proteínas por colher.

Adicionalmente, com a farinha de frango teremos o benefício de não estar ingerindo conservantes, aromatizantes e adoçantes artificiais.

Conclusão e Últimas Palavras

Hoje vimos como preparar uma neutra e deliciosa farinha a partir da carne do peito de frango.

A verdade é que provavelmente ela será a melhor opção de farinha para o seu emagrecimento.

Afinal, para isso nós idealmente buscamos algo que seja saciante, rico em proteínas e pobre kcal ao mesmo tempo.

Leia mais sobre o funcionamento e benefícios da dieta low carb aqui.

Um bom consumo de proteínas já se mostrou essencial para a obtenção de emagrecimento saudável e sem fome.

Adicionalmente, a farinha de frango também poderá te ajudar a economizar bastante dinheiro, principalmente se você substituir o seu caro suplemento proteico por ela.

E note: você ainda estará consumindo algo muito mais “limpo” e saudável.

Adotar a farinha de frango será algo muito eficiente para sua vida, para sua saúde e para suas finanças.

Além disso, a maior ingestão de proteínas vai te ajudar a ter mais facilidade de praticar o jejum intermitente e te dará mais energia e disposição para se exercitar.

Por isso, na minha opinião, investir um tempo na cozinha para o preparo da farinha de frango é um investimento muito poderoso e duradouro.

Então, considere incluí-la na sua alimentação – seja como ingrediente, para consumo puro, ou então como suplemento protéico.

Lembrando que eu tenho diversos artigos gratuitos sobre alimentação aqui no Batata Assando, e centenas de vídeos no meu canal do YouTube. Explore sem moderação.

E, se quiser a minha ajuda para facilitar o processo, e colher resultados sem dificuldades e de maneira rápida… estou aqui para te ajudar.

Conheça o programa Low Carb para quem Tem Pressa.

Abraços,

— Pedro Camargo, do Batata Assando.