Kefir – O que é? Pode na Dieta Low Carb? Veja Também Como Fazer Iogurte Grego com Kefir

E você, sabe o que é kefir? Será que pode na dieta Low Carb?

Por definição,

O kefir é um leite fermentado produzido a partir dos grãos de kefir, também conhecidos como quefir, tibicos, cogumelos tibetanos, plantas de iogurte, cogumelos do iogurte, kephir, kiaphur, kefer, knapon, kepiand e kippi. O termo deriva do turco keif que significa “bem-estar” ou “bem-viver”. (KEMP, 1984)

O kefir é uma bebida milenar que vem se popularizando muito nos últimos anos.

Muitas vezes considerado um tipo de iogurte ou coalhada, o kefir tem características e benefícios próprios, que o tornam uma excelente adição ao seu dia a dia.

Leia até o final e saiba mais sobre:

  • O que é o kefir;
  • Quais os seus benefícios;
  • O que o torna um probiótico (e o que é um probiótico);
  • Os tipos de kefir;
  • Cuidados a se ter com o seu grão de kefir;
  • Como preparar kefir de leite;
  • Pode kefir na dieta Low Carb?
  • Receita de iogurte grego de kefir;
  • e muito, muito mais!

Então já deixe o seu email abaixo e boa leitura!

Cadastre seu e-mail abaixo para receber gratuitamente dicas e receitas para a sua dieta!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente <strong>SEGURO</strong> conosco!

Kefir: O que é?

O kefir é uma bebida originária do Tibet e das montanhas do Cáucaso, obtida a partir da fermentação de carboidratos pelos grãos de kefir.

Os grãos de kefir são uma associação de lactobacilos, leveduras e bifidobactérias, que fermentam lactose (no caso dos grãos de kefir de leite) ou sacarose (no caso do grãos de kefir de água), produzindo ácido láctico, etanol e dióxido de carbono como resultados deste processo.

Por esse motivo, as características tradicionais do kefir, como seu sabor azedo, espumosidade e efervescência, aumentam  proporcionalmente à medida que o período sob fermentação também aumenta.

O kefir de leite muitas vezes é confundido com o iogurte ou a coalhada, por ter sabor e aparência semelhantes.

Mas não se engane, as propriedades e modo de preparo do kefir são bem singulares.

Resumindo: o kefir é uma bebida fermentada de origem asiática, muito parecida com o iogurte.

Benefícios do Kefir

Como um dos principais benefícios do kefir, podemos citar o fato dele ser um excelente probiótico.

Os probióticos presentes no kefir são microorganismos vivos (lactobacilos) que exercem inúmeros efeitos benéficos quando chegam ao intestino humano. Dentre eles nós temos:

  • equilíbrio da flora intestinal;
  • alívio na constipação;
  • aumento na absorção de micronutrientes;
  • alívio na síndrome do intestino irritável (SII);
  • efeito benéfico na estabilidade óssea;
  • redução da infecção por Helicobacter pylori (h.pylori);

Dessa forma, vemos como a inclusão do kefir na dieta pode ser uma excelente arma contra a prisão de ventre, muito comum  no início da dieta Low Carb, conforme eu alerto neste vídeo.

Além disso, por ser baixo em lactose, é uma opção super prática para sobremesa ou café da manhã Low Carb, principalmente para aquelas pessoas que ainda depositam erroneamente todas as fichas da sua saúde óssea nos produtos lácteos.

Grãos de Kefir: Como Obter o Seu?

Antes de irmos ao passo a passo de como preparar o seu kefir, é importante lembrar que os grãos de kefir não são vendidos no Brasil, por conta da legislação vigente, que proíbe essa prática.

Dessa forma, a única maneira de consegui-los é por meio de doações!

Os grãos de kefir se reproduzem naturalmente durante o processo de fermentação, aumentando de volume. Sendo assim, é possível ir dividindo a sua colônia de tempos em tempos, e realizando doações para todos os seus conhecidos (amigos, familiares, vizinhos, etc).

Se você não tem grãos de kefir e nem conhece ninguém que tenha, fique tranquilo(a)! Atualmente está cada vez mais comum conseguir obter os grãos por meio de doações realizadas em grupos de facebook!

Se você tem interesse, não deixe de procurar na sua região para encontrar doadores de kefir próximos de você!

Resumindo: grãos de kefir não são vendidos, mas você pode obtê-los por meio de doações.

Cuidados Importantes com os Grãos de Kefir

Antes de saber como preparar o seu kefir, é importante saber como não preparar, ou seja, quais são os cuidados necessários que você precisa ter com os grãos de kefir.

Se você quer ter a sua colônia para toda a vida, basta cuidar direitinho dela. Por isso é importante seguir algumas regrinhas simples. Vamos lá!

  1. Lave bem as suas mãos e todos os utensílios que serão usados na preparação do kefir;
  2. Não use utensílios de metal, apenas de plástico ou silicone;
  3. Não aperte os grãos durante a coagem – trate-os com carinho;
  4. Não deixe o leite fermentando por mais de 120h – lembre-se que o kefir precisa de carboidratos (lactose) para sobreviver, e os carboidratos presentes no leite são limitados.

Anotou todos os cuidados? Então vamos ver como preparar o nosso delicioso kefir!

Mas antes disso, uma sugestão de leitura pra você: Antinutrientes: O que são, Quais seus Malefícios, e Como Diminuir a sua Presença nos Alimentos

Kefir: Como Preparar essa bebida?

Preparar o seu kefir é muito simples, e você vai precisar apenas de alguns utensílios, vamos a eles:

  1. Uma colher de silicone ou de plástico (não pode ser de metal);
  2. Uma peneira exclusiva para o kefir;
  3. Uma jarra de vidro limpa;
  4. Um véu (gazes para curativo também funcionam nessa função);
  5. Leite (integral, desnatado ou semi-desnatado);
  6. E por último, claro, os grãos de kefir.

Para os grãozinhos de kefir começarem a trabalhar, não precisamos nos esforçar muito, basta colocá-los em uma jarra de vidro, e cobri-los com o leite, na proporção média de 500ml de leite para 2 colheres de sopa de grãos de kefir.

Feito isso, é importante lembrar que a jarra deve ser mantida fora da geladeira, coberta com um véu ou uma gaze, bem amarrada nas bordas.

Como o processo de fermentação libera alguns gases, como o gás carbônico, precisamos deixar a nossa colônia “respirar”.

Ao mesmo tempo que inúmeros insetos se interessarão por aproveitar a superfície do nosso kefir em produção, rica em nutrientes, para colocar seus ovos e se reproduzirem.

Por isso, é necessário cobrir o kefir em produção com um véu, para evitar o ataque de insetos.

Tendo feito esses primeiros passos, colocaremos a nossa jarra contendo kefir em um ambiente escuro e protegido do calor, como dentro de um armário fechado, por exemplo.

A partir daí é só esperar em torno de 20h até 48h, e a sua bebida estará… quase pronta.

Agora devemos peneirar o kefir, tirar os grãos do leite fermentado, e teremos o nosso kefir pronto.

Para isso, usaremos uma peneira e uma colher de silicone, como citamos lá em cima, para coar o kefir e separar completamente os grãos da bebida láctea fermentada.

Lembre-se de não deixar passar nenhum grão de kefir para a sua bebida, ou terá problemas intestinais dos quais não se esquecerá tão cedo…

Após coado, podemos levar o nosso kefir pronto para a geladeira, onde dura tranquilamente por até 6 dias.

Enquanto isso, os grãos de kefir voltam para a jarra, e nós voltamos a colocar leite na proporção de 500ml para 2 colheres de grãos – e o processo todo se reinicia.

Kefir e a Dieta Low Carb

Bom, uma dúvida muito comum em relação ao kefir é:

Pode kefir na dieta Low Carb?

Relacionado: Baixe aqui um ebook com receitas Low Carb Grátis!

E se você já sabe que o leite não é uma boa opção para dieta, talvez também esteja com essa dúvida.

Por isso, agora que já falamos sobre o kefir, quais os seus benefícios, e como prepará-lo, vamos responder a essa importante questão.

Resumidamente, sim, o kefir pode ser inserido na dieta Low Carb sem trazer prejuízos.

A lactose presente no leite é fermentada pelos grãos de kefir, sendo muito reduzida já nas primeiras 24h de fermentação.

Após esse período, é possível que a bebida possa ser consumida até mesmo por intolerantes leves à lactose.

O kefir é bem baixo em carboidratos, além de contar boas quantidades de proteínas, gorduras boas (se feito com leite integral) e micronutrientes.

Infelizmente é difícil estimar a quantidade exata de carboidratos por porção do kefir após pronto, pois inúmeras variáveis influenciam a velocidade da fermentação (temperatura, quantidade de leite, quantidade de grãos, etc).

Mas é sabido que esse número fica abaixo de 3g de carboidratos a cada copo de 200ml.

Resumindo: O kefir pode ser consumido na dieta Low Carb, e contém cerca de 3g de carboidratos por copo.

Por outro lado, existem alguns grupos de pessoas que deveriam tomar cuidado com o consumo de kefir, e inseri-lo com parcimônia na alimentação (ou mesmo não inserir). Como é o caso de:

  • alérgicos a proteína do leite (caseína);
  • intolerantes extremos à lactose;
  • pessoas com distúrbios de compulsão alimentar;
  • pessoas com intestino naturalmente mais solto.

Em relação às precauções, algumas podem parecer óbvias, como é o caso de alérgicos a caseína, ou intolerantes extremos à lactose.

Esses grupos de pessoas não se darão bem com o kefir!

Por outro lado, porque pessoas com distúrbios de compulsão deveriam tomar cuidado com o kefir?

Apesar de não existirem estudos sobre o tema, o kefir é um alimento que, dependendo do modo de preparo, pode vir a ficar muito saboroso. Neste momento é preciso tomar cuidado para não exagerar no consumo, que pode tanto atrapalhar no controle do peso, quanto causar diarreias.

Nesse mesmo ponto, fica o alerta também para pessoas que possuem o fluxo intestinal acelerado.

Conforme falamos lá em cima, o consumo de kefir tende a regular e facilitar as idas ao banheiro; por isso, em casos específicos, é interessante acrescentar aos poucos o kefir na dieta, para evitar maiores problemas.

Iogurte Grego de Kefir: Como Preparar?

Eu não sei você, caro leitor… mas para mim, o principal “defeito” do kefir é ser líquido demais, principalmente porque a minha maneira preferida de consumi-lo é com colher, coberto por algumas frutas Low Carb!

Dessa maneira, eu gosto muito de “dessorar” o meu kefir (tirar o soro), para que eu consiga comê-lo assim, como um iogurte grego caseiro.

Esse processo é muito simples, e se você também quer algo mais denso, bem parecido com iogurte, leia o passo a passo abaixo com atenção!

Assim que o nosso kefir estiver pronto, colocaremos ele em um filtro de café. Em seguida apoiaremos sobre um copo, como na foto abaixo:

Agora devemos levar ele assim para a geladeira, onde deixaremos por pelo menos 24h.

Quanto mais tempo ele ficar dentro do filtro de café, menos soro terá, e mais denso ficará.

Depois disso, é só retirar o iogurte grego de dentro do filtro, prontinho para o consumo – e se deliciar!

Para ver eu te ensinando o passo a passo detalhado, é só dar play no vídeo abaixo!

Se inscreva gratuitamente no meu canal do Youtube clicando aqui!

Finalizando

Hoje nós pudemos ver como o kefir, uma iguaria milenar, tem o seu espaço dentro do estilo de vida Low Carb! Além de termos descoberto os inúmeros benefícios que ele pode trazer a saúde, principalmente para a flora intestinal.

Vimos também como é fácil transformá-lo em iogurte grego, substituindo muito bem os iogurtes encontrados no mercado. Com a vantagem de ser naturalmente baixo em carboidratos!

Se você quer mais receitas deliciosas e baixa em carboidratos, vai adorar o meu livro “Dominando a Dieta Low Carb: 101 Receitas para ter Resultados”, entregue com frete grátis para todo o Brasil.

Você tem mais informações de como adquiri-lo clicando aqui.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pedro Camargo – Batata Assando (@batata.assando) em

No mais, espero que tenha gostado do texto, e nós nos vemos numa próxima!

Abraços, 

Pedro Camargo

 

Para escrever este texto eu usei as seguintes referências:

http://www2.ufrb.edu.br/kefirdoreconcavo/conhecendo-o-kefir

https://www.marksdailyapple.com/diy-butter-yogurt-kefir-tempeh/

https://www.marksdailyapple.com/dairy-free-keto/

https://www.marksdailyapple.com/the-language-of-microbial-culture-explaining-prebiotics-probiotics-synbiotics-and-postbiotics/

https://www.marksdailyapple.com/ground-meat-amino-acid-balance-casein-and-albumin-heart-and-coq10-and-probiotics/

http://www2.ufrb.edu.br/kefirdoreconcavo/images/Weschenfelder.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *